Mitos clarificadores: bananas com HIV

Não posso deixar de me surpreender com as barbaridades que podemos encontrar na internet. Então, hoje estou aqui para pôr fim a outro dos mitos que circulam pelas redes sociais. As bananas com HIV.

O anel de banana com HIV

Assine o meu Canal do Youtube. Estou esperando por você!

Você viu ou lê que existem lá bananas infectadas com HIV ? A primeira vez que ouvi esse engano, pensei que ninguém acreditaria nisso. Mas continuo a ficar surpreso ao vê-lo partilhado nas redes sociais.

Não, que as bananas não estão infectadas com o HIV, realmente.

De acordo com este documento, um "suposto médico" chamado Carissa, diretor do Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde, alertou que cerca de um milhão de bananas infectadas com o vírus do HIV foram encontradas. Ou o que é o mesmo, há um milhão de bananas infectadas com AIDS.

Também neste loop que circula dados são dados que lhe dão alguma credibilidade. À medida que as bananas infectadas vieram da Guatemala, que é o principal vendedor de bananas para todo o continente americano. E que os países que supostamente podem ser mais propensos a encontrar essas bananas com HIV são México, Estados Unidos, Canadá, Brasil, Argentina …

Mas, se você morar lá em silêncio, nada acontece, de verdade, é apenas um mito.

Uma vez que a Agência Pan-Americana da Saúde, que está afiliada à Organização Mundial da Saúde, não foi emitida qualquer alerta sobre o assunto.

Razões pelas quais é impossível uma banana transmitir HIV

Para mantê-lo totalmente calmo, vou lhe dar algumas razões pelas quais, embora este engano fosse verdadeiro (embora não seja), uma banana não pode infectá-lo com o HIV.

  • O HIV não é um vírus que pode ser transmitido por via aérea ou por comida.
  • Também ele não pode viver muito além do corpo humano. Então, mesmo supondo que alguém tenha feito o esforço para infectar bananas. Tenha em mente que eu teria que tirar sangue e injetá-lo um por um a um milhão de bananas. O vírus não resistiu às bananas. Então, quando você comeu, nada aconteceria com você.
  • E ainda estamos um passo adiante. Imagine que você simplesmente aceita quando acabou de injetar e ainda há vestígios desse sangue infectado pelo HIV na banana. Também não aconteceria nada porque os ácidos do estômago destruíram o vírus.

Assim como você vê, não há risco de contágio desta maneira.

O HIV só pode ser transmitido através de relações sexuais, compartilhamento de agulhas ou de uma mãe grávida para o bebê. Mas em nenhuma circunstância é transmitida comendo alimentos.

Então, se você tivesse parado de comer bananas pensando que você poderia contrair o HIV, você pode ter certeza de que não existe nada de verdade nessa fraude.

Você já ouviu esse mito sobre bananas com HIV? Você conhece algum outro mito louco como este ou aquele de leite expirado que seja reutilizado?

A entrada Mitos clarificadores: as bananas com HIV aparecem pela primeira vez na Operação Biquíni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *